Dramaturgia cinética, coreografia, e futuro fantasma

Alejandro Ahmed 

 

Dramaturgia Cinética, coreografia e futuro fantasma: 

 

Curso expositivo integrando, arquivos de texto, áudio, vídeo, e fotografia,  relacionados à pesquisa, criação, direção e performance dos trabalhos concebidos junto ao Grupo Cena 11 nos últimos 20 anos. Os módulos transitam desde o Violência (2000) ao atual projeto Matéria Escura, estendendo seus objetos coreográficos à uma rede de assuntos correlatos que mapeiam a experiência de pesquisa, direção e criação de cada obra. 

Os encontros são divididas em quatro módulos (2 horas cada) complementares, cada módulo se refere a objetos de pesquisa e criação específicos relativos à trajetória do artista e da Cia.

Trabalhos a serem abordados: “Violência”, “A carne dos Vencidos no Verbo dos Anjos”, “Projeto SKR”, “SkinnerBox”, “Pequenas Frestas de Ficção sobre Realidade Insistente”, “Sim-ações integradas de Ocupação e Resistência”, “Carta de Amor ao Inimigo”, “Monotonia de Aproximação e Fuga para sete corpos”, “Protocolo Elefante”, “Anátema 02”, “Matéria Escura”, “Futuro Fantasma”.

 

 

ação vinculada ao edital #SCulturaEmSuaCasa, da Fundação Catarinense de Cultura e do Governo do Estado de Santa Catarina,

Curso online gratuito. 

Inscrições através do email dramaturgiacinetica@gmail.com. enviando nome, idade, cidade e campo de interesse. 


 

Módulos: 

 

01 • (O Novo Cangaço,   In`perfeito,   A Carne dos Vencidos no Verbo dos anjos)    Violência, Projeto SKR,   SkinnerBox,   Pequenas Frestas de Ficção sobre Realidade Insistente.

Corpo Estufa.

Corpo Vodu.

Quadrinhos, games, joystick, movimento, tela e órteses cinético - músculo - emocionais.

Fenótipo Estendido, pernas, patas e bastões.

Causalidade Espalhada e o modo remoto de gestão do movimento.

Feedback e os instrumentos de retro alimentação.

Dança Generativa.

 

02Sim-ações integradas de Ocupação e Resistência,   Carta de Amor ao Inimigo.

Dança Generativa.

Algoritmo coreográfico.

Coreografia emocional do espectador.

Situação coreográfica.

Vetor Emocional.

Interdependência de assimetrias.

Autogestão dramatúrgica pelas condições relacionais do movimento.

 

03Monotonia de Aproximação e Fuga para sete corpos,   Protocolo Elefante

Os corpos como Sintetizadores de gravidade.

Pulsar, mudar para continuar e continuar para mudar.

Moldar, a troca constante entre ambiente e corpo.

Vetores músculo-esquelético-emocionais e máscaras.

Molde sonoro. Guizos, vozes e o movimento expandido do som.

Espaço e posição da platéia. (vincular com trabalhos anteriores)

O Vestígio e ancestralidade como trânsito entre continente e conteúdo.
 

04 Anátema 02,   Matéria Escura,   Futuro Fantasma

A palavra, a voz e a fala das coisas.

O pop, o meme e a superfície de profundidade instantânea. 

Transdução, presença e extensões físico digitais.

Legenda, o modo de existir além de si.